Para completar ou editar esse cadastro clique aqui
Alcides Manoel Pereira (Qualhada)
Nasceu dia 03 de Março de 1931 em Gravatal/SC
Filho de Cristina Knabben e Manoel Júlio Pereira
Irmãos · Júlio Manoel Pereira · Míriam Pereira · Lucinda Pereira · Barnabé Manoel Pereira · Terezinha Pereira · Osvaldo Pereira · José Manoel Pereira
Casamentos/Relacionamentos · Venina da Silva
Filhos · Cristina Maria Pereira · Iolanda Pereira · Márcio da Silva Pereira · Sônia Pereira · Valcides da Silva Pereira
Sem vídeos. Envie um vídeo
Falecimento
Data do falecimento
11/08/1984
Cemitério
Gravatal
Cidade do Cemitério
Gravatal/SC
Histórico de vida
O Alcides era explosivo, mas muito bom de coração. Era muito preoculpado com os filhos, por isso levava uma educação rígida com os filhos. Na família era bem unida e viviam bem. Foi um exímio atirador de espingarda, uma vez que gostava de uma caçada, seu passatempo, apesar do futebol.
Mensagem
Comentário narrados pela esposa, Nena, no Livro Trilhas Históricas, de Edson F de Oliveira: "Estudou o primário completo, mas para tanto teve que mudar para diversas escolas, primeiro no Tiradentes, numa casa que pertencia a Leopoldino Sapateiro, que emprestava uma sala, que servia de escola. Depois foi estudar no Porto, numa casa ao lado do antigo Salão de Festas (da Igreja). Passou toda a juventude ajudando o pai na lavoura, depois de casar-se foi morar no Porto, onde montou um bar, e mais tarde, juntamente, com um ponto de taxi. Era um homem carismático, enérgico, e conhecido por todos na região. Gostava de jogar futebol e foi exatamente numa partida, que ao cobrar uma falta, rasgou o calção, ficando com o bumbum de fora, e como a bunda era muito branca, rendeu-lhe o apelido de Qualhada. À medida que foi progredindo, foi investindo em terras e passou a criar gado, adorava a agropecuária e também era apaixonado por cavalos, inclusive tinha fama de bom domador e gostava de carreira de cavalos, que era um esporte muito praticado na região. Nas atividades religiosas foi um grande batalhador, ajudava nas festas de igrejas, em todas as atividades, inclusive fazendo parte do Coral da Igreja. Falam de sua honestidade, honradez e espírito batalhador, e o amor que tinha por esta terra abençoada por Deus. Por tudo isto recebeu o nome de uma rua em Gravatal."